sábado, 11 de outubro de 2008
ausencia_3

ARRANCO O AMADO DO MEU CORPO
Léa Waider

Arranco o amado distante do meu corpo e me liberto da
dor da ausência ou deixo que sua luz, tão forte quanto rara, me alimente os sonhos de calor?


imagem da internet
Related Posts with Thumbnails

Poética

Poesias

Poetas

Vídeos

A Voz aqui

Pergunte-me

Me leva!

A Poética dos Amigos

Google+

Feed

Posts Coments

Receber postagens por E-mail

Perdi todos :'(

Arquivos