sexta-feira, 17 de abril de 2009


BAIXAR AUDIO >> AQUI

Essa musica foi feita em homenagem a poetisa Alfonsina Storni.
Alfonsina perdeu seu filho, não aceitou o suicidio de seu melhor amigo (o poeta Horácio Quiroga) e um dia ela não hesitou: deixou um poema testamento, caminhou rumo ao mar aberto e entrou… Apareceu dias depois morta na praia de Perla, em Mar del Plata, onde hoje tem um busto em sua homenagem.

ALFONSINA E O MAR 
Composição: Félix Luna e Ariel Ramirez
Intérprete: Mercedes Sosa

Pela branda areia que lambe o mar
tua pequena pegada não volta mais.
Um atalho somente de castigo e silêncio
chegou até a água profunda.
Um atalho somente de castigos mudos
chegou até a espuma.

Sabe Deus que angustia te acompanhou;
Que antigas dores calou tua voz;
para dormir sussurrando no canto
das ondas marítimas!
A canção que cantam
no fundo escuro do mar, as ondas.

Vai, Alfonsina, com tua solidão:
que poemas novos fostes buscar?
Uma voz antiga de vento e de sal
te requebra na alma e a está levando.
E vás até lá como nos sonhos,
repousada, Alfonsina, vestida de mar.
Baixa-me a lâmpada um pouco mais (*)
Deixa-me que eu durma, ama, em paz.
E se chama ele, não diga que estou
Diga que Alfonsina não volta.

* correção feita nos comentários. 
Related Posts with Thumbnails

Poética

Poesias

Poetas

Vídeos

A Voz aqui

Pergunte-me

Me leva!

A Poética dos Amigos

Google+

Feed

Posts Coments

Receber postagens por E-mail

Carregando...

Perdi todos :'(

Arquivos