segunda-feira, 27 de outubro de 2008
gota_cecilia

Clique na imagem para ver em tamanho maior


Gosto de gota d'água que se equilibra
na folha rasa, tremendo ao vento.
Todo o universo, no oceano do ar, secreto vibra:
e ela resiste, no isolamento.
Seu cristal simples reprime a forma, no instante incerto:
pronto a cair, pronto a ficar - límpido e exato.
E a folha é um pequeno deserto
para a imensidade do ato.


[Cecília Meireles - Epigrama nº 5]



ALÉM-MAR
Interp.: Ivo Angelo e Celia Rabello
Composição: Ivo do Pinho Ângelo

Além muito além do além muito aquém de você
sonhar por cem anos lembrar simplesmente viver
além das saudades de lar ao tentar te esquecer
voltar simplesmente saber como anda você
além mil motivos pra amar liberdade buscar
no lar muito além do além-mar a cidade cantar
remar nas ondas do luar na distância perdido
achar um sentido ao ver o horizonte nascer
são anos se sol pela estrada de tanta saudade
um pouco da felicidade além-mar encontrar

Do CD Tons da Cidade

Quando a gente Ama
Autores: Marcelo Barboza /Bozzo Barretti/Nil Bernardes/Fábio Caetano

Quem vai dizer ao coração,
Que a paixão não é loucura
Mesmo que pareça
Insano acreditar
Me apaixonei por um olhar
Por um gesto de ternura
Mesmo sem palavra
Alguma pra falar
Meu amor, a vida passa num instante
E um instante é muito pouco pra sonhar
Quando a gente ama,
Simplesmente ama
É impossível explicar
Quando a gente ama
Simplesmente ama!

[Fonte]

Related Posts with Thumbnails

Poética

Poesias

Poetas

Vídeos

A Voz aqui

Me leva!

A Poética dos Amigos

Google+

Feed

Posts Coments

Receber postagens por E-mail

Perdi todos :'(

Arquivos