sexta-feira, 13 de agosto de 2010

outono_1

OUTONO
Rainer Maria Rilke
(Trad. da versão inglesa por Milton José Neves Júnior)


As folhas caem... Caem como se, muito acima,
Os céus também desfolhassem seus jardins.
Caem feito acenos lentos e melancólicos de "não".

E fazem ceder o piso da noite, pesada terra
Desmoronada de estrelas em solidão.

Tudo está em queda... Mesmo a mão que escreve já fraqueja.
E vejo uma sina igual em mãos alheias.

Mas ainda existem Mãos infinitamente suaves que recolhem
As que caem ao solo tomadas pelo marrom das folhas.

ck51 
 
Mais do autor >> AQUI

Imagem: montagem com diversas imagens do Google

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Poética

Poesias

Poetas

Vídeos

A Voz aqui

Pergunte-me

Me leva!

A Poética dos Amigos

Google+

Feed

Posts Coments

Receber postagens por E-mail

Perdi todos :'(

Arquivos