terça-feira, 5 de abril de 2011

SOU CALMARIA
Alexandre Tambelli

Eu vi na minha vida
O tempo passando.
Eu vi cada desejo se dissipando
Com o mal tempo.

A tempestade perdida
Em um ato, em outro contratempo.
E da magia das gotas d'água
Apenas vi, uma ponta de mágoa.

Por que não vivi?
Se tive todo caminho.
Por que o sol eu não vi?

Porque sou a fortaleza secreta
Que do sonho, livre e sozinho
Prefere a calmaria, simples e discreta.

barrinha_4

© Alexandre Tambelli
Imagem da Internet, via Google

2 comentários:

Anônimo disse...

Esplêndido!

Anônimo disse...

Lindo poema! Parabéns! Sabes deixar sua poesia com cor, gosto, cheiro... Isso é belo!

Related Posts with Thumbnails

Poética

Poesias

Poetas

Vídeos

A Voz aqui

Pergunte-me

Me leva!

A Poética dos Amigos

Google+

Feed

Posts Coments

Receber postagens por E-mail

Perdi todos :'(

Arquivos