sábado, 9 de fevereiro de 2013

O VENTO SOPRA LÁ FORA
Fernando Pessoa

O vento sopra lá fora.
Faz-me mais sozinho, e agora
Porque não choro, ele chora.

É um som abstrato e fundo.
Vem do fim vago do mundo.
Seu sentido é ser profundo.

Diz-me que nada há em tudo.
Que a virtude não é escudo
E que o melhor é ser mudo.

separador20

© FERNANDO PESSOA
In Poesias Inéditas (1930-1935), 1955
Fonte:
A Voz da Poesia - Fernando Pessoa

Imagem: Gleb Goloubetski

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Poética

Poesias

Poetas

Vídeos

A Voz aqui

Me leva!

A Poética dos Amigos

Google+

Feed

Posts Coments

Receber postagens por E-mail

Perdi todos :'(

Arquivos