sábado, 6 de fevereiro de 2010

Alexei_Butirskiy_a_cold_winters_night                               Pintura de Alexei Butirskiy

AMO AS HORAS NOTURNAS
Rainer Maria Rilke

Amo as horas noturnas do meu ser
em que se me aprofundam os sentidos;
nelas fui eu achar, como em caras velhíssimas,
já vivida a vida dos meus dias
e como lenda longínqua e superada.

Delas eu aprendi que tenho espaço
para uma segunda vida, vasta e sem tempo.

E por vezes me sinto como a árvore
que, madura e rumorosa, sobre uma campa
realiza o sonho que o menino foi
(em volta do qual apertam suas raízes quentes)
e perdeu em tristezas e canções.


©Rainer Maria Rilke
In Poemas As Elegias de Duíno Sonetos a Orfeu
Edições Asa, 2001
Tradução de Paulo Quintela

Conheça mais da obra de Rainer Maria Rilke:
A VOZ DA POESIA
Creative Commons License

9 comentários:

João Poeta disse...

Belo poema. Muito reflexivo.
Excelente post. Parabéns!
Um abraço
João

Sissym disse...

Este é o meu maior problema: adoro as horas noturnas do meu pensar, quando as idéias afloram em turbilhões e colidem com o corpo já cansado. Perfeito poema, combina com o que penso sobre tal momento.

LISON disse...

Saudações!
Que Post Fantástico!
Amiga SERENISSIMA, que bom ler suas postagens. Todas são construídas de muito carinho e amor em incontáveis Poemas que você costuma nos brindar.
Parabenizo-a pela escolha do belíssimo Poema!
Parabéns pelo lindo Post!
Abraços,
LISON.

arte-e-manhas-arte disse...

Lindo poema Sereníssima!

Gostei muito da força de Rainer Maria Rilke, que ainda não tinha tido o prazer de conhecer.

Beijos
Luísa

Ana Lucia Nicolau disse...

realmente lindo poema....como todos os outros....
abs

Principe Encantado disse...

"E por vezes me sinto como a árvore
que, madura e rumorosa, sobre uma campa
realiza o sonho que o menino foi
(em volta do qual apertam suas raízes quentes)
e perdeu em tristezas e canções."
Simplesmente sensacional.
Abraços forte

Leila Franca disse...

Muito bonita a poesia. Parabéns pela escolha.

bjs

Lilian disse...

Olá querida amiga Sereníssima,

Amiga/Irmã/Mestra amada...você reúne as três em meu coração e nele lançou âncora para nunca mais sair.

Amei a poesia que escolheu para publicar. Acho que todas nós que avançamos noite adentro em leituras de mensagens e poesias, identificamo-nos com os versos de Rainer Maria Rilke .

É nessas horas noturnas que nosso coração vibra de emoção e faz brotar as palavras de amor, de múltiplos sentimentos com que extravasamos e colocamos pro exterior o que vai pelos nossos pensamentos.

É nessas horas também, que um coração fraterno e amoroso se solidariza e pratica o amor ao próximo, o amor de irmão.

Você é um exemplo vivo desse amor. Felicito-a por isso.

Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

Joicinha disse...

Lindinha eu adoro as horas noturnas, é nesse momento que surgem vários insights. Onde consigo ficar quietinha no silêncio da noite escutando apenas o vento. Momentos que me trazem bastante paz.

Related Posts with Thumbnails

Poética

Poesias

Poetas

Vídeos

A Voz aqui

Me leva!

A Poética dos Amigos

Google+

Feed

Posts Coments

Receber postagens por E-mail

Perdi todos :'(

Arquivos